Langak | Adoro Arquitetura

Langak


  • 05 jun


  • Lulu Andrade

Flexibilidade foi a palavra de ordem para o projeto da Langak. Os expositores horizontais, os pequenos balanços e os ganchinhos para pendurar colares e bolsas podem ser movimentados de acordo com a necessidade da coleção. Isso permitiu que os acessórios femininos importados da Ásia pudessem ser organizados de diversas formas.

Respeitando as referências e com custo reduzido, o cimento queimado foi o revestimento escolhido para revestir o piso. A estrutura em madeira existente do mezanino foi mantida, deixando o ambiente mais aconchegante.